Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quarta-feira, 13 de julho de 2016

13 de julho de 2016.

Espinosa Apaixonado
“Viúva compra terra no céu e abre as arcas do BNDE$ e da $udam”, artigo de Josias de Souza para a edição do jornal Folha de S. Paulo do dia 24 de dezembro de 2000.
Vicente de Paula Pedrosa da Silva, José Sarney, Fernando Collor, cidade de Vizeu (localizada no Pará).
“Diz que o senador (Jader Barbalho) irá propor duas CPIs no Congresso: a da construtora OAS e a do Banco do Nordeste. Com a primeira, alvejaria ACM (senador Antônio Carlos Magalhães). Com a outra, Tasso Jereissati. Quem puder deve estimular a onda de intrigas entre os aliados de FHC (presidente Fernando Henrique Cardoso). Esta guerra ainda há muito que fazer bem ao erário.” – Josias de Souza em “Viúva compra terra no céu e abre as arcas do BNDE$ e da $udam”, artigo publicado pelo jornal Folha de S. Paulo do dia 24 de dezembro de 2000.

Lúcio Flávio Pinto e suas Lições Amazonidas
Sendo ponderado e equilibrado, mas sem deixar de puxar as orelhas de Hélio Gueiros.
Sabemos que a vida de um político não é exatamente fácil, mas se ele for um bom político seu nome será lembrado com nobreza.

Nietzsche Apaixonado
A questão poética tem muita mistura de esquecimento, de ilusão e de vaidade.
O poeta. O que é um poeta? O poeta é a “boca e a flauta” daquilo que é mais alto e bonito de um povo.
Mas o poema... O poema em si, sabe? O poema tem toda uma técnica, uma métrica, uma gramática... Aí isso confunde o povo, que acaba achando que o poeta disse algo novo, que eles nunca tinham ouvido antes. Que o poeta é o mensageiro dos deuses!
E o próprio poeta acaba se confundindo também e esquece-se de onde veio a sua verdadeira inspiração espiritual: não de Deus, mas do povo.
“Vox populi, Vox Dei”? Para Friedrich Nietzsche, a fórmula é inversa: a voz de Deus é a voz do povo.

Nemine discrepante.
Ser objetivo e sensato ao falar. Bons resultados acabam se produzindo.
(Inspirado em Baltasar Gracian)

IAGO: - Blá, blá, onde esta o laticínio?

QUEIJO: - Aqui.

IAGO: - Hoje “lembramos de” trazer o truco?

QUEIJO: - O truco, o vinho e o salgadinho!

IAGO: - Qual salgadinho?

QUEIJO: - Aquele de pimentinha, uai.

DESDÊMONA: - O jogo de futebol na TV nem começou e vocês já acabaram com a metade do salgadinho????

OTELO: - Pelos patriarcas guerreiros da Etiópia, chamarei o Discovery Channel! O estômago de vós não tem fundo?

DESDÊMONA: - Eles acabaram com tudo, meu chocolate cremoso!

OTELO: - Não se preocupe minha gelatina de morango com leite condensado no potinho, não se preocupe meu licor de uva à beira da lareira, não se preocupe. Se ainda há justiça debaixo deste céu abençoado, teremos a nossa parte destes salgadinhos!

AMOR: - Meses de ausência neste blog e quando a turma reaparece, é para sujar toda a sala e... E abaixa o som dessa p**** de televisão! Será simbólico? Será profético?

QUEIJO: - Aqui...

AMOR: - Fala sua ricota...

QUEIJO: - Não me chame de ricota! É... Aqui...


AMOR: - Fale, queijo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.