Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

segunda-feira, 11 de julho de 2016

11 de junho de 2016.

O dia inteiro de trabalho braçal: estrada, horta, os próprios planos que apenas por pensar nos cansam... E à tardinha, na hora do recolhimento, é hora do trabalho que os livros me ditam.
O braçal é organizado, lógico. A parte dos livros é uma completa bagunça, superficial essa bagunça, mas bagunça.

ILÍADA – Homero.
O livro é mais moderno do que eu podia esperar, mas escrever isso não é suficiente para exprimir a primeira impressão que eu estou tendo. “Modernidade”, “modernidade”, que porcaria isso significa hoje? As guerras são sobre religião e mesmo com toda a nossa tecnologia atual, temos que fingir que a África não grita de dor.
3000 anos atrás.
Agamêmnon é um rei, um político. O primeiro a aparecer na literatura. O cara é um crápula.
Aquiles, o nosso primeiro herói do ocidente. Independente como era de se esperar do patriarca de todos os heróis ocidentais. Mas já já as suas correntes irão aparecer.
O sacerdote clama por justiça e o deus Apolo não hesita: desce aqui, na terra e dissemina uma peste e flechas tão poderosas quanto bombas atômicas. Uau!

Lúcio Flávio Pinto e suas Lições Amazonidas

Preciso procurar mais músicas do Ney Matogrosso. Tenho que confessar que “apenas” fico nos sucessos do grupo Secos & Molhados e na canção “Até o Fim” (parceria com Chico Buarque) e ignoro as outras obras desse artista que, no palco, coloca a plateia em suas mãos como poucos. “Por baixo dos panos...”.
Às vezes o jornalista esta andando na rua e aí ele olha para trás e bingo: a notícia sai correndo atrás dele. Isso acontece bastante, viu? Ficar atento sempre.
Temos que ser conscientes de nosso poder e responsabilidade, mas sem perder o foco da humildade.
As relações entre imprensa e políticos.

Nietzsche Apaixonado

A arte é poderosa, a arte salva. Sabemos disso. 
Mas não vamos nos desviar: não usemos arte como distração. 

O caminho bom é um caminho longo. Não seja mal ou burro. Seja inteligente e virtuoso e aí a festa dura.
(Inspirado em Baltasar Gracian)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.