Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

9 de novembro de 2015

AMOR: - Muitos caminhoneiros fizeram greve em vários estados do Brasil.

QUEIJO: - Certo, legítimo. Nada a acrescentar. O que te chamou a atenção?

AMOR: - O Sandro Gama, repórter do "Jornal da Band", mostrou um caso de um motorista que teve seu carro de passeio queimado e destruído pelos grevistas. 

QUEIJO: - E ... ? 

AMOR: - Sandro Gama não disse se o motorista esta ferido, se a polícia tem alguns suspeitos, se os caminhoneiros grevistas pediram desculpas. O Ricardo Boechat sequer mencionou o episódio. 

QUEIJO: - Sandro Gama e Ricardo Boechat falaram o que acharam importante no momento. O governo de Dilma Rousseff precisa ouvir os grevistas.

AMOR: - A tragédia das duas barragens da Samarco/Vale/BHP continua, mas se depender da imprensa e das mineradoras; não. Tudo acaba rapidinho. Não pode entrar nas áreas atingidas, os corpos são difíceis de resgatar, tudo fica à distância, versões e relatórios chovem e chovem e tampam o cenário de destruição e tampam também a verdade. Boechat faz discurso indignado e sequer menciona os nomes das empresas, no jornal da Bandeirantes. 

QUEIJO: - Vai ser evitado facilmente o velório coletivo. Imagine uma foto de um velório coletivo sendo colado tanto na testa do Pimentel e do Aécio Neves? Acho que a Vale só não patrocina este blog aqui de meia tigela.

AMOR: - E os bastidores? As novas regras para a atividade das mineradoras? A tragédia nem começou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.