Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

domingo, 8 de novembro de 2015

8 de novembro de 2015

[ Ainda a tragédia das barragens em Mariana.
Olha a picaretagem: foi encontrado um cadáver boiando em um rio. As autoridades apressaram em dizer que não há como confirmar que o corpo seja de uma das vítimas da tragédia. Claro, deve ser uma coisa comum nessas cidades do interior encontrar cadáveres boiando em rios. Tem maneiras melhores de minimizar a tragédia. Por exemplo: falando a verdade, fazendo boas leis, respeitar a natureza e as futuras gerações; e mantendo a cabeça no lugar. ]

[ Comprei uma caixa de DVDs com a obra completa do Charles Chaplin. Comecei a assistir hoje. A emoção e grande assim como as surpresas: a violência do personagem, doses de racismo e machismo, como era a época em 1914, as dúvidas quanto ao desenho do personagem (ele começa com bigode, mas depois o bigode some), pelos títulos dos curtas Chaplin ainda demorará bastante para ser a estrela central, os atores se repetindo (incluindo as próprias roupas) e etc e etc. 
A emoção realmente é grande. Eu e Chaplin temos muitas histórias.]

QUEIJOS: - Uma história bonita, mas hoje...

AMOR: - Hoje é apenas uma promessa!

QUEIJO: - Tenho até medo... 

AMOR: - Finalmente respeitar a dieta, finalmente!

QUEIJO: - Tudo motivado pelo seu festival Chaplin pessoal?

AMOR: - Por causa de Chaplin, por causa das colheres de leite condensado e também porque tomei vinho pra caramba na hora.  

QUEIJO: - Ah, lindo. Chaplin e vinho fizeram você querer ter uma vida saudável .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.