Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Criar, praticar, comprar e colorir

Eu tenho um exemplo, bem próximo de mim, de como a ideia de perfeição e rigor podem desgraçar a a vida de quem as têm e das pessoas ao redor dessa mesma pessoa.
Então vai o blog desse jeito mesmo. 

NIETZSCHE APAIXONADO

O artista quer criar o tempo todo, o artista quer ver mais longe que o universo dentro de si; e tudo isso é uma bela desculpa para a sua incrível capacidade de sentir-se deslocado em meio á sociedade. 
Não sabe se comportar e nem como se vestir adequadamente. 

A não ser...
A não ser que além por meio de sua obra, o artista também queira expor-se no seu convívio com outras pessoas e fazer disso também uma obra de arte sua.

E a questão assim torna-se: o que eu tenho que melhorar em mim para melhorar a minha obra artística e o que eu tenho que melhorar em minha obra artística para melhorar a minha vida em sociedade?


LÚCIO FLÁVIO PINTO E SUAS LIÇÕES AMAZONIDAS

Política acaba tornando-se um jogo e até os resultados das eleições pode ser visto ao contrário, dependendo de onde os ventos levam o dinheiro, o prestígio e o poder.

Ninguém vai ler o jornal ou a revista. Por quê? Porque alguém, bem cedinho cedinho, bem antes do sol e dos padeiros acordarem, foram lá nas bancas e compraram tudo!
(Caso do Jader Barbalho versus Revista Veja. Lá em meados da década de 1980.)

O Brasil se importa com o que acontece ao norte de seu próprio território? 
Um exemplo: o comportamento da imprensa nacional diante do "Escândalo Aurá".

O SÉCULO DA VIOLÊNCIA - A HISTÓRIA DO SÉCULO XX

Santos Dumont inventou o avião, realizando um sonho milenar do ser humano. Se você é brasileira ou brasileiro, você pode dizer isso sem sentir vergonha. 

A uma necessidade fundamental ou a uma necessidade fraca ou ignorada - o que as tecnologia mais recentes respondem? 

Roberto Landell de Moura: pioneirismo que não é ignorado pelos que importam. 

Thomas Alva Edison: tem que ser prático, tem que produzir riqueza. 
(Ler alguma biografia de Edison é interessante porque ele muitas vezes era sórdido)

O século XX começa e os gigantes começam a nascer: a Companhia Inglesa de Radiodifusão (BBC) em 1927 e a Edison and Swan United Eletric Light Company. 

Henry Ford: pioneiro, gênio e começa a deixar de ser teimoso quando fabrica bombardeiros em massa durante a Segunda Guerra Mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.