Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quinta-feira, 28 de maio de 2015

imagens, sementes e um pedaço de bronze

Lutar o "bom combate", ter um lado do muro e acreditar nele. Acreditar e lutar por ele. É preciso paixão, a ciência também precisa.

Em 1924 foi feito nos Estados Unidos, por uma revista (cujo nome a história se esqueceu de registrar), uma eleição entre vários artistas e críticos do país para se escolher quem seria os mais importantes autores de todos os tempos:
1 - SHAKESPEARE
2 - GOETHE
3 - ANATOLE FRANCE
Pois, pois, vamos nos apaixonar pela medalha de bronze. E apenas depois mergulhamos no ouro e, em sequência, "alô prata!".

Carl Gustav Jung - Anatole France - Gnose -
Héin? Héin? A gente passeia os olhos pelo posfácio e se depara com isso? Hum, interessante.

Clássico você sabe o que é: o que todos os especialistas dizem que é clássico. rs rs
Tosco, mas verdadeiro. Serve de alerta para não ficarmos indiferentes à literatura contemporânea. Um pouco de humildade faz bem aqui.

Convencer o mundo para este ande pelas trilhas da paz.

Um pessimismo que nos leve a um otimismo forte e realista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.