Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Fale com ela

Humano é um animal que da significado às coisas, a história a seguir é de uma coincidência que mais gosto.

Faz mais de 15 anos e eu tinha saído do colégio e fazia suplência. 2001, 2002, por aí. Estávamos eu e minha mãe dormindo na casa da minha vó no centro de Rio Acima, por algum motivo que não lembro. Dormir ali é coisa muito rara e eu nem me lembro de uma outra ocasião em que isso tinha acontecido.

Na época eu queria ser escritor e estava lendo todas as biografias da coleção Os Imortais da Literatura Universal, da Editora Abril Cultural. A edição é de 1973, com os livros vermelhos e dourados, de mesma altura. Por volta de 1979 a mesma Abril Cultural lançou alguns livros, mas aí eles tinham tamanhos completamente diferentes entre si e uma minúscula biografia com vida e obra do autor no próprio livro. Nesta coleção de 1973 as biografias eram extensas e ricamente ilustradas. Coisa de luxo mesmo. No final da coleção você podia juntar e encadernar as biografias em três volumes.
Eu tinha comprado os três volumes por 10 reais cada volume (naquela época a média de preço dos livros em sebos ainda era 10 reais, depois passou para 15 ou 20 reais) e estava lendo e estudando. Fazia até resumo.

Pois justamente naquela noite, justamente na leitura da vida e obra de Laclos, autor de "As Relações Perigosas", a minha noite de estudos teve como trilha sonora uma dramática briga de casal. De onde eu estava, só ouvia ela. Mas eu estava perto, era só ela que falava alto mesmo. Não chegava a gritar gritar, mas falava alto com vontade e dava para sentir a sua garganta apertando e as lágrimas nascendo. Não lembro muito, mas pelo que entendi era um momento de "relacionamento chegou em uma encruzilhada": ela queria continuar e ter algo mais sério e ele não. Ela estava triste e queria que ele falasse o que sentia, mas parece que ele não falava. Disso eu lembro bem: ela implorava e implorava para que ele falasse algo. E ele não falava.
E fim da história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.