Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

terça-feira, 28 de abril de 2015

zeroOITO

Achei que ia criar polêmica e discussão ao puxar a orelha do professor israelense, que fala bem mas tem tanta verdade quanto eu ou qualquer um que esteja lendo isso agora, no FaceBook ontem. Mas não aconteceu. Talvez por considerar-me apenas uma criança enganada falando de algo maior que eu, julgaram que não valia a pena comentar. 

Posso ser uma criança enganada, mas o Oriente Médio não é maior que eu. É menor. Gente inteligente e pacifista sendo derrotada por mentirosos e senhores da guerra? Isso lá é difícil de entender? É difícil de aceitar, é diferente. 

Coitado do homem santo ao voltar para a sua terra! O que primeiro ele faria? Acho óbvio que ele iria rasgar as duas bandeiras. Também é óbvio o que iria acontecer com ele em seguida. Ia ser morto. 

Falei naquela mesma postagem que ia comprar o livro do professor israelense. Verdade, mas depois dos livros de folclores do Câmara Cascudo. E livro novo, só no ano que vem. E olhe lá! E olhe lá!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.