Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

domingo, 9 de março de 2014

Top Top Secret!


(Escrito ontem e publicado hoje.)
Ê Jornal da Band! Barricadas em chamas nas ruas, pessoas espancadas na cidade de São Paulo; mas o destaque é para a crítica da greve de lixeiros/garis no Rio de Janeiro e o ataque ao Estatuto da Criança e do Adolescentes. Ataque, este, que já é tradicional.

 

Outra vez critiquei a televisão brasileira e outra vez estou escrevendo isso assistindo a um filme. Desta vez não é um clássico do cinema que refletia a nova mulher. Agora é um desses filmes alternativos meio chatinhos querendo ser inteligentes e que gosto. É bom para passar o tempo. E tem a Scarlett Johassohn, que, inclusive, se parece com a Brigett Bardott.

 

Eu quero unir a obra de Nietzsche e de Joseph Campbell. Acredito que isso pode mudar o mundo. Não parece algo legal de ser fazer nas horas vagas, paralelo à vida normal (trabalho, família e etc.)? Mas na prática é apenas escrever, escrever, escrever e escrever nas dunas do deserto. Para correr o risco que o vento do sem valor a desmanche.

 

Humildade sempre, claro; mas o pequeno orgulho fica feliz com essa situação.

 

Nietzsche e Campbell queriam mais ou menos a mesma coisa: que o humano assumisse a responsabilidade pelo seu próprio futuro. Nietzsche parece ser mais completo quanto ao como seria esse futuro e Campbell, por outro lado, seria imbatível para completar os pequenos detalhes dessa futuro a construir.

 

Nietzsche: passado, genealogia, o diagnóstico, os perigos apontados, a vida como pedra de toque, os infinitos a vencerem, a alegria e etc.

Joseph Campbell: a psicanálise, as outras ciências, as religiões, as lendas, os mitos, o alfabeto mundial de símbolos e seus paralelos como caminho para o futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.