Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

domingo, 28 de outubro de 2012

FERNANDO COLLOR E A IMPRENSA (1 de 4)

DORRIT HARAZIM e ALICE-MARIA TAVARES REINIGER:
Duas das mulheres mais brilhantes que a imprensa brasileira
já conheceu.

 
(Obrigado Mario Sergio Conti e Companhia das Letras)
 

Nós fomos avisados e muito, mas preferimos correr o risco. Parece que foi apenas isso, afinal.

Quero visitar o Palácio dos Martírios apenas por causa do presente que Péricles Cavalcanti deixou para o Arnon de Mello.

Da Câmara de Vereadores à publicação no Diário Oficial. 300 artigos.
Quem iria ter saco para conferir? Ninguém, óbvio.
A não ser o jornalista Claúdio Humberto. Oram vejam, um artigo a mais... Uma tarifa a mais... Ê Brasil!

-Acha bom que o candidato vá a missa?
-A mulher do candidato deve trabalhar?

“Só se tem amigos nesta vida.” Elio Gaspari entendeu isso. Entenda você também.

Eu queria:
Ver o Sebastião Nery conversando, empolgado com algum assunto.
Ver o Elio Gaspari em uma redação, bravo e dando sermão em outros jornalistas.
(Por quê? Ah, só lendo o livro do Mario Sergio Conti para saber)

Luiz Maklouf.

E se Lula tivesse deixado Frei Betto publicar a sua biografia, será que ele poderia ter ganho a eleição? Lula foi derrotado porque o depoimento mentiroso de Miriam Cordeiro o abalou emocionalmente. Eleição é guerra, ele tinha que saber como colocar a sua família no jogo. Eleição é guerra e jogo.


LONGA VIOLÊNCIA: A HISTÓRIA DO SÉCULO XX 6:
(Obrigado Asa Briggs e Abril Cultural)

Em 1913, em Londres, já havia a preocupação com o tráfego de veículos e a preocupação que o transporte coletivo fosse prioridade imediatamente. Agora vem falar isso para o pessoal da BH Trans!

Em 1907 a preocupação era o cinema. O cinema é inimigo do teatro, era o que alertava um crítico de jornal.

Telégrafo sem fio? Qual a vantagem de pessoas estranhas escutarem a nossa conversa? Qual a vantagem, hein? Uau!

 
LÚCIO FLÁVIO PINTO E SUAS LIÇÕES AMAZONIDAS 6:

Você não se sente seguro diante da Lei. Todos contra um. O menor detalhe é transformado em arma para destruí-lo. Desde 1992, 24 horas. Apenas para tentar impedir a posse de terra de maneira ilegal.

Tentam usar a lei para que você não possa defender a lei.

Até a UNESCO fez corpo mole e não incluiu a agressão que você sofreu como exemplo de ameaça à liberdade de expressão.

Não pedem direito de resposta. Pedem apenas o direito de intimidar usando toneladas de processos contra você.

Delfim Netto e o índice de inflação naquele ano de 1972: Lúcio Flávio Pinto contou a verdade e recebeu um elogio inesperado.


NIETZSCHE APAIXONADO 6:

Como os homens imaginam as mulheres?
O homem constrói um ideal. Aí pega um pedaço desse ideal, um pedaço qualquer. E desse pedaço o homem deseja criar algo.
Mas aquele pedaço de ideal é qualquer coisa, menos uma semente. Mesmo assim o homem resolve criar algo a partir daquele pedaço.
E aí surge a mulher. Coitada delas. Não é a toa que nós homens temos dificuldade de lidar com elas. Praticamente estamos brigando com um espelho torto.

CRÉDITO DAS IMAGENS USADAS NO INÍCIO:

A foto da jornalista Dorrit Harazim é de Leandro Melito e foi encontrada aqui: Quinto Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo.
A foto da jornalista Alice-Maria Tavares Reiniger é de Rodolpho Machado (Agência Globo) e foi encontrada aqui: Memória Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.