Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

terça-feira, 30 de outubro de 2012

A IMPRENSA E FERNANDO COLLOR (2 de 4)

bandeira da PARAÍBA e o escritor inglês PIERS PAUL READ
 
 
(Obrigado Mario Sergio Cont e Companhia das Letras)
 

Mas não pode ser! Mas não pode ser que apenas João Saad da Rede Bandeirantes de Televisão tenha percebido que – como eu posso dizer? – faltava uns “parafusos a menos” a Fernando Collor.
- Ah, Collor seduziu a todos...
- Nem todos. Nós fomos avisados e muito avisados. De repente Alagoas não faz mais parte do Brasil? (“Sul Maravilha” do Henfil...)

Na Paraíba temos um rei das comunicações: José Carlos da Silva.
(NOTA: Consultando a internet descobri que o nome correto é “José Carlos da Silva Júnior”)

A história esta cheia de “se”, “se”, “se”... Mas... Se Silvio Santos não tivesse saído candidato a presidente, a candidatura de Mário Covas poderia ter crescido? A revista Veja ia dedicar uma reportagem de capa ao candidato do Partido da Social Democracia Brasileira, mas mudou de ideia na última hora.
Ah, Silvio Santos!

Umberto Eco.
“Marketing de Guerra”,
“Posicionamento: Como a Mídia faz a sua Cabeça”, de Jack Trout e All Wies.

Pausa para lembrar: Houve um tempo que comer carne era muito, muito, muito mais do que um luxo para a maioria dos brasileiros.

O começo do fim: mesmo em segundo lugar, houve um momento que parecia claro que Lula ia passar Collor e vencer o segundo turno das eleições.

Perguntar não ofende: O jornal Estado de S. Paulo esperou o depoimento da Miriam Cordeiro e o clima pesado resultante para dar o seu “tiro de misericórdia” à candidatura de Lula?

Collor (primeiro turno) e Fernando Henrique Cardoso (1994, 1998)
Trauma de “Kennedy versus Nixon” é a vovozinha! Esse pessoal amarelou e pronto! Saíram correndo dos debates sim senhor!
(A Rede Globo de Televisão além de não ter feito debates no primeiro turno naquela campanha de 1989 criticou a Rede Bandeirantes de Televisão e acabou ajudando Collor. Affz! Ê, Globo!)

Boa fé, defesa da governabilidade ou pura cretinice?
Toda a grande imprensa apoiou o confisco da poupança? Mas não é possível que a economia brasileira estivesse tão destruída para justificar esse atentado à propriedade privada.

LONGA VIOLÊNCIA: A HISTÓRIA DO SÉCULO XX 7:
(Obrigado Asa Briggs e Abril Cultural)

A Grã-Bretanha de Eduardo VII forneceu o pilar.
Os londrinos pobres não queriam só comida e água. Os londrinos pobres queriam comida, água, teatros musicais, notícias e futebol. E etc., é claro. Somos todos humanos.

Mas primeiro é mesmo a barriga. O mercado torna-se popular. Mais lojas e preços mais baixos. Os salários ainda eram muito baixos, mas lentamente subiam e aqueles humildes trabalhadores consumiam cada vez mais e a diversidade desses produtos também crescia.
Foi uma época “heroica” para os varejistas. Não eram poucos que faziam fortuna e construíam impérios!

E depois do mercado de massas estávamos prontos para conhecer o que seria essa nova comunicação de massas e a nova cultura que florescia.

 
LÚCIO FLÁVIO PINTO E SUAS LIÇÕES AMAZONIDAS 7:

Piers Paul Read + Dante Alighieri + Jó =
Ficar em cima do muro sem se decidir não vai te salvar;

Você vai ter que escolher, que escolha sabiamente;

Perder alguns amigos é terrível, mas é também apenas mais uma das coisas que podem acontecer durante a longa viagem;

Diante de Deus, o que pode uma língua que fere?


NIETZSCHE APAIXONADO 7:

E algumas coisas não são tão maravilhosas do que podem aparecer á primeira vista.

Você quer ter mais dinheiro? Você procura por zeros.

Você quer ter mais seguidores? Você procurar por zeros.

Você que tornar-se maior, ser dez vezes maior do que é agora? Fácil, procure por zeros. Apenas procure por zeros.

(Sabe, tudo bem ser irônico, cético, niilista, pessimista e alegre ao mesmo tempo... Aquela frivolidade inteligente... Apenas não se esqueça de ter força. De ser forte! Os irmãos Goncourt não pareciam serem o tipo de gente que costuma praticar musculação e tomar vitaminas de açaí.).

CRÉDITO DA IMAGEM USADA PARA A FOTOMONTAGEM:
A fotografia de Piers Paul Read foi encontrada aqui, uma página do Sidney Morning Herald. Lá esta escrito que a imagem pertecente a Getty Images. Não consegui encontrar a foto neste site e muito menos autoria da mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.