Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

NOVE FILHOS ONTEM


Mas agora tudo vai mudar. As coisas que queriam ficar em segredo e protegidos pelo silêncio irão se mostrar. Nietzsche em momento jornalístico? Gostei de ver!

Concessões. Concessões de rádio e televisão... A lição aqui é bem breve: a política obedece aos desejos dos mais fortes. Apenas um exemplo registrado pelo jornalista Lúcio Flávio Pinto.

Eles eram brasileiros e queriam ser reconhecidos como tal. Um lar livre da cara burocracia governamental. Um novo lar, um novo país rico em diversidade regional e que exigia ter sua legitimidade de existir reconhecida pelas outras nações, sim senhor! Era isso que interessa!

Criar a razão aberta. Por quê? Porque é preciso. Vira e mexe e aparecem perigos em vários lugares e ocasiões. O irracional nos convidando a fugir pelas suas estradas covardes, é um exemplo. Fórmulas fáceis da ciência ou um pragmatismo pobre de visão são outros. A razão aberta é legal porque ela conhece a si mesma e sabe que pode tirar a força necessária de dentro dela mesma para recomeçar, sempre que isso for preciso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.