Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quinta-feira, 7 de julho de 2011

SEM QUERER: O RECONHECIMENTO


Entre tantos irmão em uma terra tão pequena,
alguns nomes ilustres são premiados.

Churchill escreveu um livro de memórias sobre a Segunda Guerra Mundial (1939-45). E parece que a Academia Sueca e a Fundação Nobel esperaram que ele terminasse o livrão para poder dar-lhe o Prêmio Nobel de Literatura. Neste meio tempo quem papou o prêmio de 1950 foi o meu amado Tio Bertie, também conhecido por Bertrand Russell. Quem me conta essa fofoca sofisticada é o Doutor Kjell Strömberg, um anigo Conselheiro Cultural da Embaixada da Suécia em Paris.


Estou de volta ao blog. E como podem perceber, estou disposto a fazer revoluções!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.