Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quinta-feira, 28 de abril de 2011

A ARTE SALVA O HELENO

A arte salva mesmo e temos todo o período helênico para nos mostrar isso.

A arte ajuda o humano a sobreviver
às mais profundas dificuldades da vida.

Como é isso? Como o otimismo pode vencer? Com certeza não é fácil acreditar que a vida seja poderosa e alegre. Há muita dor neste mundo.
.
Sim, aqueles gregos antigos sabiam disso e sabiam muito bem. O estado dionisíaco... Aquele mergulho profundo, o total esquecimento do passado e a total contemplação da verdadeira existência. A história universal se revela uma suicida e a natureza, uma coisa horrorosa.
.
Quando o estado dionisíaco acaba ficamos com nojo e preguiça. Afinal, sabemos que não podemos mudar a essência eterna das coisas... Conhecemos a verdade a respeito do mundo e ele é indiferente aos nossos trabalhos. Ficamos paralisados e impotentes.
.
A arte é então um precioso “consolo metafísico” que nos empurra a agir. O teatro e a verdadeira tragédia grega... O coro dos sátiros, uma força da natureza assim como os vulcões e as cachoeiras...
.
A arte salva e assim a vida se salva. Podemos respirar novamente, apesar de todo nojo diante do absurdo da realidade que não muda. As representações artísticas são nossas “vitaminas”, por assim dizer. O nosso susto vira sublimidade e o nojo, comicidade.

Da série: Friedrich Nietzsche para Milhões