Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Mastigando a segunda edição

Quem pode saber tudo? Quem sabe?

Internet, colégios e universidades, comunicações, ciência...
Onde estão os divulgadores científicos a tornar atraente estes universos de sabedoria?

Eles não tem público? Tem sim. Milhares de pessoas, sedentas de palavras e assuntos interessantes.

O mundo é interessante e podemos todos transforma-nos em crianças curiosas quando a situação pede.

Aí a gente desanima. Bibliotecas poucas e ruins, laboratórios de ciência raríssimo, analfabetismo funcional preocupante...

Aí complica.

Filosofia é subversiva e interessante.

E o mundo oriental? Pois é, só estou molhando os meus pés e minhas mãos. Vou demorar muito a mergulhar.

Queria ler Hume. Não é melhor ir direto a Kant; ou ainda, a Schopenhauer? Sem falar no Nietzsche... ô vergonha!

Senso de humor e saúde.

Não ter vergonha de ensinar o povo.

De um padre sobre Aristóteles:
A pensar como os gênios
B escrever como as pessoas comuns.

Por hoje é isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.