Voltaire ajuda

Voltaire ajuda

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Nova Gripe e 3 blogueiros

Três blogueiros conservadores e o recorde de mortos pela Nova Gripe no Brasil. Trechos selecionados e comentados.

CLAUSEWITZ

“ (...) como conseqüência única da arrogância dos burocratas e tecnocratas do ministério da saúde, que contingenciaram o medicamento tamiflu, centralizando as ações em um sistema único de saúde com fadiga de combate, composto por profissionais omissos, incompetentes e relapsos, a começar do ministro... lembro algo que já citei aqui, quanto à questão da exposição ao frio... enquanto a Argentina (...)”

Tamiflu é uma aspirina qualquer? Subestimando os perigos do uso desse medicamento.
Esse contingenciamento, essa centralização referida... Ora, isso é preocupação boba. Os médicos continuam livres. Tamiflu não é panacéia e não estamos na U.R.S.S.


NARIZ GELADO

“O Brasil é, hoje, o país com o maior número de mortes por gripe A no mundo.
Vou repetir: o Brasil é o país com o maior número de mortes por gripe A no mundo.
E nem adianta torturar os algarismos para apresentar o percentual de óbitos em relação à população de cada país porque isto não muda o fato de que, veja só!, o Brasil é o país com o maior número de mortes por gripe A no mundo.
É uma demonstração clara de que a política de combate à doença adotada pelo governo Lula fracassou. Fracasso que, só para deixar claro, permite que a gripe A mate mais no Brasil do que em qualquer outro lugar do mundo.”

Não vamos torturar os algarismos, temos que nos afastar de Lula e Temporão. Isso é muito pra mim.


REINALDO AZEVEDO

“ (...)Não entendo de gripe, mas estudei alguma coisinha de matemática, gosto de lógica, costumo distinguir com razoável competência a verdade da mentira. E sei que a verdade sobre a gripe suína no Brasil é porca. E vou demonstrar, com uma calculadora na mão, por quê. (...)”

Ele não tem opinião.
Ele não tem preferência.
Ele não tem informação.
Reinaldo Azevedo tem A VERDADE ao seu lado.
Socorro!



“ (...)Cinqüenta e sete dias depois, 557 ocorrências (até ontem): média 9,77 mortes por dia.
Ainda bem que a tão odiada (por eles) “mídia” não caiu na conversa. Continuou a informar o comportamento da doença no mundo, não dando trela para a bestialógico oficial. Passar para o topo do ranking era um destino decretado pelas escolhas feitas pelos brasileiros. Certamente a informação colaborou para diminuir em muito a contaminação. Agora vamos ao que interessa. (...)”

Um trecho razoável. Ao apostar na tragédia certa, a “ “mídia” “ acabou alertando a população e isso ajudou bastante.
Um trecho razoável.



“ (...)OS DADOS OFICIAIS PODEM NÃO SER MENTIROSOS, MAS SÃO UMA MENTIRA. Não há cientista que possa explicá-los. Basta analisar os dados para verificar que há um problema óbvio de SUBNOTIFICAÇÃO. O número de cadáveres é, com certeza, maior. Ou melhor: o número de cadáveres é certamente MUITO maior. Matemática e lógica não são praticas terroristas; são matemática e lógica apenas. Vamos lá. (...)”

São mentirosos, mas não são mentirosos. Entendeu? É a lógica.
Azevedo podia escrever logo sobre a “subnotificação”, mas preferiu as frases de efeito.
Quem falou em práticas terroristas? O que isso quer dizer neste contexto? Não entendi.



“ (...)Vocês sabiam que há 13 unidades da federação que não registram uma única morte em decorrência da doença? São eles: Sergipe, Ceará, Piauí, Alagoas, Mato Grosso, Tocantins, Goiás, Espírito Santo, Roraima, Acre, Amazonas, Amapá e Maranhão — nos Estados onde Sarney manda, parece que nem gripe suína prospera… Eis aí o primeiro sinal de que algo de errado está em curso. (...)”

Claro que tá errado!

“ (...)Com duas mortes cada um, o vírus mata, então, 3,5 vezes mais na Paraíba do que na Bahia. Vai ver o bichinho fica com medo de Jaques Wagner. E que se note: os problemas de aglomeração urbana, um fator que contribui para a expansão da doença, são bem maiores na… Bahia!
Sigamos para o Espírito Santo, que tem o clima do Rio, com algumas praias a menos. Não dá outra. O vírus deixou 55 mortos no vizinho, mas nenhuma no Espírito Santo. (...) “

É o núcleo do texto de Reinaldo Azevedo. E me parece bem inteligente, bem razoável.
Por outro lado, pode não estar tão exato assim. Talvez os estados sejam mesmos diferentes e essa diferença de mortos exista e, talvez até não dure muito.
Mais mortos e mortos em mais estados. Não é razoável que aconteça?
As diferenças apontadas por Azevedo talvez sejam coisa realmente passageira.



“ (...)Não! Não estou responsabilizando o governo federal pela gripe suína. Mas eu estou sustentando, aí sim, que os números acima não fazem o menor sentido e que se confundiu discurso tranqüilizador com informações falsas. (...)”

Informações falsas?



Tomara que tudo fique melhor para todos nós.


POR OUTRO LADO...

Com a minha mãe se recuperando de um câncer e eu tendo ataques de hipocondria, talvez eu nem devesse me preocupar com supostas injustiças feitas. Ministério da Saúde assim como qualquer coisa do governo federal, tinha que ser criticado sem dó nem piedade.
Mas é aquela coisa: eu fui com a cara do Temporão. rs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, tudo jóia?
Escreva um comentário e participe.